TORTURADOR: Pastor que fez a esposa refém por 12 horas é solto


Nesta terça-feira (24), a Justiça soltou o pastor Jesus Gorgs, acusado de manter a esposa refém, torturá-la e exibir as agressões na internet. Ele estava preso preventivamente desde o dia 14 de março e passará a usar tornozeleira eletrônica.

Ele vai aguardar o processo em liberdade provisória.

Gorgs manteve sua esposa refém por mais de 12 horas por achar que ela e um outro fiel da igreja mantinham uma relação extraconjugal. O pastor, que tem 40 anos, acabou se entregando após horas de negociação. A polícia foi avisada após o homem transmitir as agressões feitas à esposa pelas redes sociais. O vídeo foi visto por vizinhos e amigos.

Jesus Gorgs irá responder pelos crimes de cárcere privado, ameaça e ainda por produzir e transmitir imagens com cenas de nudez sem ter o consentimento da vítima.
 plenonews

Postar um comentário

0 Comentários