ACUADOS: Amante e Lindinho são chamado de ladrões e mandados pra Cuba; veja vídeo

Gleisi e Lindbergh ouvem gritos de ‘ladrões’ e ‘vai para Cuba’, em hotel no Rio
A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e o ex-senador Lindbergh Farias (PT-RJ), ambos réus por corrupção, foram hostilizados neste sábado (29) em um hotel no Rio de Janeiro. Em um vídeo é possível ver pessoas gritando “vai para Cuba” e a deputada respondendo “você vai para o inferno”.

Uma garota identificada como filha da deputada tenta agredir um dos hóspedes do hotel e um homem não identificado, que acompanha Gleisi e Lindbergh, apanha algum objeto no chão e o arremessa em direção às pessoas que chamam os petistas de “corruptos” e “ladrões”.

Gleisi escreveu que está coletando imagens do ocorrido e acionou sua equipe jurídica. “Eu sou da paz, e política pra mim é confronto de ideias, não físico, como pretendem eles. Respondi às agressões porque não aceito e não podemos aceitar esse método fascista de intimidação, pregado e estimulado pelos Bolsonaro”, escreveu.

Em outubro do ano passado, o deputado José Guimarães (PT-CE), que ficou conhecido pelo flagrante de dólares na cueca, também foi hostilizado durante um voo de Fortaleza para Brasília.

O comunicado do PT diz que “medidas judiciais e na esfera policial estão sendo adotadas pelos

Postar um comentário

0 Comentários