VALE TUDO: Vereador agride advogado com cabeçada dentro da câmara; veja vídeo

Advogado ficou com um dos olhos roxos e precisou dar pontos  — Foto: Arquivo Pessoal
Uma câmera de segurança flagrou o momento em que um vereador de Birigui (SP) agride um advogado com uma cabeçada. O caso foi registrado na terça-feira (11), dentro da recepção da Câmara de Vereadores.

Na imagem é possível ver o advogado Milton Walsnir de Lima, que vestia uma camisa azul. Ele toma uma bebida e conversa com outra pessoa.

Em seguida, o vereador Leandro Moreira (republicanos) sai de uma sala e vai em direção ao advogado. Ele aponta o dedo no rosto da vítima e dá uma cabeçada.

Com o golpe, o advogado leva a mão ao rosto e cai no chão. Outras pessoas que testemunharam aparecem nas imagens e auxiliam o advogado.

Segundo o boletim de ocorrência registrado na tarde desta quarta-feira (12) pela vítima, o advogado foi até a Câmara dos Vereadores, por volta das 17h30, e perguntou para a recepcionista se um projeto já tinha sido votado.

Um vereador que estava passando pela recepção respondeu que o projeto tinha sido adiado por uma semana.

Ainda segundo o registro policial, o vereador Leandro Moreira saiu do plenário, passou pelo local, se aproximou do advogado e disse: “divulga aquela lista de novo”, e o agrediu com uma cabeçada.

O G1 apurou que a vítima foi socorrida por testemunhas e levada para o pronto-socorro do município, onde passou por exames e precisou dar pontos para fechar o ferimento.

À TV TEM o vereador afirmou que é o autor do projeto de redução de cadeiras, que foi votado e aprovado pelo Legislativo na noite de terça-feira. Ele diz que antes de começar a sessão foi abordado pelo advogado e os dois começaram a discutir.

Segundo Leandro Moreira, a discussão esquentou e ele foi agredido verbalmente. Em seguida, deu um soco no advogado.

A advogada de Milton disse ao G1 por telefone que a versão dada pelo agressor não condiz com a realidade e que vai tomar todas as medidas cabíveis.

Em nota, a Câmara dos Vereadores de Birigui informou que as imagens do circuito de segurança foram solicitadas pelo munícipe e devidamente disponibilizadas. Também disse que não há nenhuma providência a ser tomada pela casa e que cabe aos envolvidos responder pelo ocorrido.

Postar um comentário

0 Comentários