SUSTO MORTAL: Caçadores assustam bois que se afogam em açude

No Acre, 70 bois morrem afogados em açude ao se assustarem com tiros de caçadores — Foto: Arquivo pessoal
Setenta bois morreram afogados em um açude, no último sábado (7), após se assustarem com tiros na Vila Campinas, um distrito do município de Plácido de Castro, no interior do Acre. Um vídeo mostra os animais sendo enterrados no domingo (8).

O pai do dono dos animais, o empresário Edinaldo Lima, contou que um grupo de caçadores que costuma entrar no local deu vários disparos e quando os animais ouviram os tiros acabaram se assustando e correndo para o açude. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia da cidade.

“Foram várias pessoas, a gente não viu quem foi, aí o gado assustou e caiu na água. Devido ter muito capim dentro da água, o gado não conseguiu atravessar, outros vieram por cima, eram umas 300 cabeças de gado e 70 morreram lá afogados”, contou Lima.

O empresário contabiliza um prejuízo de cerca de R$ 150 mil. Segundo ele, o Corpo de Bombeiros chegou a ir até o local para constatar que todos os animais tinham sido retirados do açude.

“Depois comuniquei à prefeitura, pedi que a vigilância fosse lá, porque enterrei o gado e quero ver a distância se está normal, se está bom e não vai trazer problemas maiores. Aí veio Corpo de Bombeiros, deu uma olhada e não ficou mais nada dentro da água”, relatou o empresário.

Postar um comentário

0 Comentários