SALTENHA NO BURACO: Vendedor de salgados perde toda mercadoria ao cair em buraco na Pérola do Mamoré


Um vendedor ambulante de salgados, de 44 anos, teve um grande prejuízo no início da tarde desta quarta-feira, 27, quando transitava em via pública ao cair em um buraco, no município de Guajará-Mirim/RO.

Paulo G. C. foi até a Delegacia de Polícia Civil comunicar o fato ocorrido com ele. Afirmou que conduzia seu carrinho de lanche pela Avenida Princesa Isabel, bairro São José e ao passar próximo a um açougue caiu em um buraco e que estava cheio de água, consequentemente quebrou sua estufa e os salgados caíram na lama. Diante do prejuízo causado, a vítima pede providências.

Ressarcimento com ação judicial
De acordo com o advogado, é responsabilidade do poder público ressarcir as vítimas nos casos de omissão de serviços de manutenção. É possível entrar com uma ação reparatória de indenização por danos morais e materiais sofridos contra a prefeitura. “Pode ser ingressado um pedido cumulativo de dano moral, que é o sofrimento, constrangimento, a dor, a angustia, o acidente, principalmente envolvendo motoqueiros”, explicou um especialista jurídico.

“[É preciso] fotografar o buraco, o local do acidente, o veículo que foi danificado, reunir testemunhas e, em caso de vítima, os gastos com medicamentos devem ser contabilizados”, disse.

O prejudicado também deve fazer um boletim de ocorrência neste caso. O advogado orienta ainda que a pessoa faça três orçamentos de quanto vai custar o conserto, caso decida entrar com o processo.

Fonte: Portal Guajará

Postar um comentário

0 Comentários