COISAS DE RONDÔNIA: Sábado 16 horas, morador vai a Delegacia de Polícia deSeringueiras e encontra fechada


Hoje, dia 05 de outubro de 2019, sábado, às 16:00 horas, um morador de Seringueiras esteve na Delegacia de Polícia Civil para registrar uma ocorrência, porém não foi possível porque a polícia judiciária encontrava-se fechada, conforme provam fotos que acompanham esta matéria.

A delegacia nunca funcionou normalmente e atualmente está sem delegado há bastante tempo. Apenas os comissários plantonistas ficam fazendo sistema de rodízio para registrar ocorrência. Os casos ali registrados são apurados pela Delegacia de Polícia Cível do município de São Miguel do Guaporé.

Na última terça-feira, a Comissão de Segurança Pública se reuniu na manhã no Plenarinho 01 da Assembleia Legislativa, sob a presidência do deputado Anderson Pereira (Pros), com as presenças dos deputados Cabo Jhony Paixão (Republicanos) e Eyder Brasil (PSL). Para discutir sobre o possível fechamento de delegacias de Polícia Civil em diversos municípios do Estado de Rondônia.

O presidente Anderson Pereira informou que teve acesso a um estudo feito pela Direção Geral de Polícia Civil (DGPC versando sobre a previsão de fechamento de delegacias em razão do baixo efetivo que a Polícia Civil atravessa atualmente. “Já está praticamente definido o fechamento da delegacia do distrito de Nova Mutum Paraná e para não fechar a delegacia do distrito de Extrema de Rondônia.

O projeto abrange ainda o possível fechamento das delegacias de Urupá, Cujubim, Monte Negro, Alto Paraíso, Seringueiras, Itapuã do Oeste, Nova Mutum e Mirante da Serra “, informou o deputado Anderson.

De acordo com Pereira, “se isso for confirmado, vai prejudicar mais ainda a população, que precisará se deslocar até outro município, para registrar um boletim de ocorrências. O Estado de Rondônia cresce e a segurança pública fica para trás. É preciso rever essa decisão e uma das ações é o reforça do efetivo da Polícia Civil”.

O parlamentar disse ainda que há um pedido de estudo para a realização de um concurso para a PC, mas ainda sequer tem previsão de encaminhar o pedido para a Mesa Permanente de Negociações (MENP) do poder legislativo estadual.

“A população reclama que quando busca as delegacias para várias finalidades, como registrar uma simples ocorrência policial não encontra delegados, agentes e serviços. Cobramos o funcionamento da Delegacia da Mulher 24 horas e não tem efetivo para isso”, finalizou o parlamentar.


Planeta Folha

Postar um comentário

0 Comentários