MANOBRA PROIBIDA: Motociclista tem perna dilacerada ao ser atingido por carreta que fez manobra arriscada; veja vídeo

Motociclista sobrevive após passar embaixo de carreta que fez manobra arriscada no AC — Foto: Reprodução
Um acidente envolvendo uma motocicleta e uma carreta deixou um jovem de 26 anos com a perna dilacerada e outro de 21 anos com escoriações leves. O acidente ocorreu na tarde desta quinta-feira (26), no quilômetro 11 da Rodovia AC-40, na estrada de Senador Guiomard. Um vídeo de câmeras de segurança flagrou o momento da colisão. O motociclista passou por cirurgia e não perdeu a perna.


Nas imagens, é possível ver o momento em que a carreta reduz a velocidade e aguarda no acostamento enquanto alguns veículos passam. Em seguida, o motorista faz uma manobra arriscada, ao atravessar a pista para entrar em uma garagem, e o motociclista cai da moto, junto com o carona, ao tentar frear, passando por baixo da carreta.

A Polícia Militar do Acre (PM-AC) informou que o motorista da carreta permaneceu no local do acidente e passou por teste de bafômetro, que deu negativo para o uso de bebida alcoólica.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e fez os primeiros atendimentos. O coordenador do Samu, Pedro Pascoal, informou que o motociclista foi levado para o Pronto Socorro de Rio Branco consciente. O garupa da moto ficou com algumas escoriações e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Sobral.

“O paciente estava bem grave, perdeu muito sangue, tinha um ferimento na parte posterior da coxa esquerda, sem fratura, mas com exposição óssea. A gente teve que fazer um torniquete para estancar o sangramento, além de procedimento na ambulância para que ele chegasse bem no PS. Assim que chegou no hospital, já subiram com ele para o centro cirúrgico, fizeram enxerto e, graças a Deus, ele não perdeu a perna”, disse Pascoal.

O comandante do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTrans), tenente-coronel Roberto Marques, afirmou que o motorista da carreta não cometeu uma infração ao fazer a manobra e que, o motociclista estava em velocidade alta, que contribuiu para o acidente.

“O condutor do caminhão cometeu uma infração por parar em uma ciclofaixa antes de fazer a curva. Mas, como ali é garagem, ele pode fazer sim a conversão à esquerda sem problema nenhum. O motorista verificou que o trânsito estava livre. Ocorre que ali é uma reta e o motociclista vinha em velocidade muito alta, tanto que tentou frear e acabou perdendo o equilíbrio”, afirmou o comandante.






Postar um comentário

0 Comentários