MÉTODO CRUEL: Noruega confessa que usa arpão-granada para matar baleias

Relatório da Noruega à Comissão Baleeira Internacional (IWC) explica seus métodos na temporada de caça às baleias. Os métodos são chocantes. Confessam, por exemplo, a utilização de arpão com granada que explode após entrar 30cm no corpo do animal. Dados colhidos durante a morte de 271 baleias mostram que os animais, na maioria fêmeas grávidas, sofreram entre 6 e 25 minutos até morrerem. Se superar os 25 minutos, é de novo alvejada.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O explosivo usado no arpão é o tetranitrato de pentaeritritol, ou pentrita, cuja velocidade de explosão é de 30.000 km/h. Mais potente que o C-4.

O governo norueguês permite o massacre de 1.278 baleias na temporada. Três barcos mataram 15 baleias só em abril passado.

A ONG suíça Ocean Care revelou que a Noruega aderiu ao tratado pelo fim da caça, mas matou mais de 12 mil baleias desde 1986.

A ONG espanhola Ocean Sentry denunciou que este ano baleeiros noruegueses mataram uma baleia a cada dois dias, em média.

Postar um comentário

0 Comentários