LEI DO ABATE: Hidroavião pilotado por venezuelano é forçado a pousar em rio com carregamento de armas e munições


Venezuelano fez pouso forçado de hidroavião no interior do Amazonas — Foto: Divulgação/PC-AM
Um venezuelano de 45 foi preso na cidade de Barcelos, no interior do Amazonas, nesta terça-feira (20), em uma ação conjunta das polícias Federal, Civil e Militar. Após forçar o pouso de um hidroavião em um rio da região, o homem foi detido com armas e munições. A aeronave havia saído de Manaus, a 399 km de distância.

Segundo a polícia, o venezuelano faria a busca uma carga de drogas no município para depois transportar e distribuir o entorpecente para outras cidades do estado. Com ele foram apreendidas uma arma de fogo ponto 22, com mais de 300 munições de mesmo calibre, uma arma de fogo calibre 20, 26 munições de mesmo calibre, e um rádio comunicador.

“Ao encontrarmos as armas e as munições no interior da aeronave, imediatamente demos voz de prisão a Francisco, que foi conduzido ao prédio da 75ª DIP. Todo o material foi apreendido e levado a Barcelos, bem como a aeronave, que foi rebocada até a cidade. O venezuelano não estava habilitado para pilotar. Ressalto, ainda, que as investigações irão continuar até identificarmos os outros envolvidos na ação criminosa”, disse o delegado da PC, Roger Makimoto.

Flagrante

O venezuelano foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e munições de uso permitido. Ao término dos procedimentos cabíveis ele vai permanecer na carceragem da 75ª DIP, que funciona como unidade prisional em Barcelos.

Postar um comentário

0 Comentários