ESCOLA DA MORTE: Jovem de 18 anos comete suicídio; ele aprendeu na internet



O jovem Geibson Wessly Santos leite, de 18 anos, cometeu suicídio no final da última semana em Ouro Preto do Oeste dentro do ponto fechado do pátio do antigo Posto Central (do Nero), na Avenida Duque de Caxias e seu corpo foi localizado somente na manhã desta terça-feira (21), devido ao estado avançado de decomposição, exalando odor fétido nas imediações.

A presença de urubus rodeando o local e pousando em postes de iluminação e na caixa d´água do ponto comercial chamou a atenção dos moradores, e o corpo do jovem foi encontrado enforcado num cômodo do prédio abandonado. Guarnição da Polícia Militar composta dos Cabos PM Maciel e Nilzon preservou a área até a chegada dos peritos da Polícia Civil.

Geibson estava desaparecido desde quinta para sexta-feira da semana passada, os pais dele apareceram no local tão logo ficaram sabendo do suicídio e reconheceram o filho pelas vestes e duas tatuagens que ele tinha no corpo.

O jovem escolheu um compartimento dos fundos do antigo bar colocou um tijolo deitado, passou a corda da forca por um caibro e tirou a própria vida. Geibson é filho do senhor Zezinho, vendedor de churros e pipocas que trabalha na Praça da Liberdade e no Parque do Bosque, e da dona Sueli.

Segundo os pais, ele estava meio depressivo devido aos problemas que teve com a Justiça. Geibson chegou a cumprir uma pena por crimes de furtos que cometeu no ano passado e deixou a Casa de Detenção há pouco mais de um mês.

Depois do desaparecimento do jovem, o pai dele encontrou um papel com anotações sobre várias formas de se suicidar, desde a pessoa fazendo uso de veneno até a maneira que ele usou para tirar a própria vida.

O pai do rapaz disse a reportagem sobre a condição que seu filho se encontrava. Geibson se desvirtuou da escola a partir de quando ele passou a andar em más companhias, depois passou a beber e fazer uso de drogas, e chegou ao ponto de praticar delitos para saciar o vício até acabar preso na Casa de Detenção.

A madrasta do jovem comentou que um amigo de Geibson, e já passou por situação semelhante, estava intermediando a internação dele na Casa Rosetta. Porém, o rapaz diante da situação à qual estava passando decidiu tirar a própria vida e escolheu o prédio abandonado da Avenida Duque de Caxias.

Postar um comentário

0 Comentários