PERDEU A MORAL Secretário promete transporte escolar dentro de uma semana mais ninguém acredita e BR continua interditada

O protesto do movimento intitulado “Alunos na Escola”, que bloqueou a BR-364 na altura do distrito de Extrema, em Porto Velho, continua. No início da tarde desta terça-feira (9), o secretário municipal de Educação da Prefeitura de Porto Velho, Márcio Felix, chegou ao local acompanhado de uma comitiva com vereadores e representantes da gestão municipal.

VEJA MAIS:


BLOQUEADA: Movimento “Alunos na Escola” fecha BR-364 em Extrema

PREJUDICADOS: Alunos da zona rural de Porto Velho sofrem com a falta de transporte escolar


A Comitiva foi levada pelo chefe do Gabinete Militar do prefeito, Amoan Itai Garrett da Silva. Para evitar aumentar o clima de tensão no local do protesto, agentes da PRF levaram uma comissão formada pelos moradores até a base da Polícia Militar de Extrema, onde puderam conversar com o secretário.

Márcio Felix garantiu aos moradores que até a próxima segunda (15) serão disponibilizados 15 ônibus para atender a região da Ponta do Abunã, quantitativo que não resolverá o problema em sua totalidade. Ainda de acordo com o secretário, o restante dos ônibus estará circulando até o dia 22 de abril.

Porém, essa proposta parece não atender a solicitação dos manifestantes, que em carta aberta à sociedade garantiram que apenas irão liberar a pista caso as autoridades apresentem no local a frota de ônibus regularizada para atender toda a Ponta do Abunã, assim como as máquinas para resolver a precariedade das linhas e vicinais da região.

Os manifestantes garantiram à PRF que dentro de um período de duas em duas horas irão abrir o caminho para carros de passeio e possivelmente para caminhões com cargas vivas. Porém, até às 15h nenhum veiculo foi liberado a passar pelo bloqueio.

Segundo a PRF, os manifestantes estão se mostrando intransigente com a situação da falta de ônibus e estão bem estruturados com galpão e áreas cobertas. A maioria dos manifestantes é formada por homens.

rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários