OLHA O PASSARINHO!: Morre aos 96 anos Gervásio Batista o fotógrafo dos presidentes

Morreu aos 96 anos, na manhã desta sexta-feira (5), o fotógrafo Gervásio Baptista, conhecido como o "fotógrafo dos presidentes". O artista é lembrado por ter eternizado o aceno de Juscelino Kubitschek na inauguração de Brasília.

Ele estava em um espaço para idosos em Vicente Pires, no Distrito Federal. A morte foi por causas naturais. O corpo será cremado. Até a publicação desta reportagem, não havia informação sobre horário da cerimônia.

Trajetória

Natural de Salvador (BA), Baptista tem um currículo expressivo. Ele esteve em sete Copas do Mundo, 16 concursos de Miss Universo, presenciou a Revolução Cubana, a Revolução dos Cravos, em Portugal, acompanhou a queda do ex-presidente argentino Juan Domingo Perón e registrou a Guerra do Vietnã.

Na década de 1950, o fotógrafo registrou a construção da capital do país, e clicou momentos da ditadura militar brasileira. "Gervásio é uma lenda viva", afirma o curador da mais recente exposição sobre a carreira dele, Ivaldo Cavalcante.

"É importante que a gente preste esta homenagem ainda em vida. Ele foi um dos transformadores da atividade no Brasil, sempre muito ético, fez do seu trabalho um legado."

Obras icônicas

Entre as obras mais marcantes, a exposição traz imagens históricas como a última foto do ex-presidente Tancredo Neves (veja acima) vestindo um roupão no Hospital de Base de Brasília.

Em entrevista concedida ao G1, em 2016, Baptista contou que após conseguir o registro, pediu que o então presidente se aproximasse da janela para que os colegas também pudessem fotografá-lo.

"Ele me disse: 'Não, hoje fotografou você. No sábado, eles fazem o que quiserem'. Mas isso não foi possível. Ele teve uma recaída, foi para São Paulo e fez a 'passagem'."

Já sobre a imagem icônica de JK acenando com a cartola, "entregando" a cidade à população, Baptista afirmou que fez a foto quando abordou o então presidente em meio à multidão, na subida da rampa do Congresso Nacional. A situação foi durante a inauguração de Brasília.

Postar um comentário

0 Comentários