JOGAM NO MESMO TIME: Deputado que ameaçou deputada transexual assume que é homossexual

O deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) assumiu ser gay, durante uma sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta sexta-feira, informou o site do jornal O Globo. O gesto ocorre um dia após ele dizer que tiraria a tapa uma transexual que estivesse num banheiro feminino.

Quem faz o anúncio em nome de Garcia foi a deputada estadual Janaina Paschoal, sua colega de partido. "Ele tomou uma decisão e como ele está um pouco abalado, ele pediu para eu fazer essa comunicação por ele. Porque hoje depois de 25 anos ele conseguiu conversar com os pais dele e dizer que é homossexual", afirmou a parlamentar, na tribuna.

O estopim do ataque de Garcia aos transexuais se deu após o discurso da deputada estadual do PSOL Erica Malunguinho, a primeira transexual eleita para ocupar uma cadeira no Parlamento paulista, que criticou um projeto de lei do deputado Altair Morais (PRB-SP) que "estabelece o sexo biológico como o único critério para definição do gênero de competidores em partidas esportivas oficiais no estado".

Escola Sem Partido

O deputado é uma das vozes do PSL em defesa de pautas consideradas conservadoras. Ontem, Garcia subiu à tribuna do plenário e fez uma denúncia recebida da Escola Estadual Antônio de Pádua Prado, em Indaiatuba, que tem colagens de Frida Kahlo e Marielle Franco nas paredes, as quais criticou. Considerou manipulação e influência incorreta das crianças que estudam naquela escola.

Garcia defende a criação de uma Frente Parlamentar sobre a escola sem partido e afirmou estar colhendo assinaturas para protocolar nas próximas semanas. O parlamentar mostrou um panfleto de uma assembleia "Contra o Proerd nas escolas" e defendeu o programa de combate às drogas que acontece no Estado. "Acreditamos que nossas escolas estão expostas. Alguns professores usam da audiência cativa para doutrinar os alunos. Este projeto (da escola sem partido) é muito importante pois garante a liberdade de pensamento dos estudantes para não serem influenciados sobre ideologia X ou Y".

diariodonordeste

Postar um comentário

0 Comentários