SAMBA DE PEIA: Acusado de molestar uma criança de 5 anos levou um sacode da população

Marlon só escapou do linchamento porque os policiais militares chegaram rápido no T-4

O ajudante de pedreiro Marlon da Silva Chagas, 52, quase perdeu a vida no final da tarde do último domingo 24, dentro do Terminal 4, na Zona Leste de Manaus.

O homem foi visto passando a mão nas partes íntimas de uma criança de 5 anos de idade, no momento em que a mãe se preparava para subir ao ônibus com a filha.

Ao presenciar a atitude imoral praticada contra sua filha que caminhava ao seu lado, a mulher gritou por socorro e várias pessoas iniciaram a agressão ao acusado.

O ajudante de pedreiro já estava quase desmaiado pelos chutes e murros aplicados quando chegou ao Terminal 4 uma equipe de patrulheiros da 14ª Companhia Interativa Comunitária.

A mãe da criança juntamente com outras duas mulheres que estavam ao lado dela e também viram a atitude imoral confirmaram a acusação contra Marlon.

Os policiais tiveram que sair rápido do Terminal 4 com o acusado porque um número cada vez maior de pessoas revoltadas com o que ele fez com a criança se aproximava e tentava agredi-lo a qualquer custo.

Com a cabeça quebrada e com outras escoriações o ajudante de pedreiro foi levado ao pronto-socorro e depois foi apresentado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos cabíveis.

ouropretonline

Postar um comentário

0 Comentários