PRISÃO NO ATACADO: Operação da Polícia Civil em todo o país contra a pornografia infantil

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (28) a 4ª fase da Operação Luz na infância, que apura crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet, além de armazenamento, compartilhamento e produção de pornografia infantil.

Policiais civis cumpriram 266 mandados de busca e apreensão em 26 estados e no Distrito Federal. Operação envolve 133 cidades. Até as 7h30 desta quinta, 33 pessoas foram presas em flagrante. Até 8h, eram 50 pessoas presas.

A ação é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Mais de 1.500 policiais participaram das buscas.

As penas para os crimes investigados variam de 1 a 8 anos de prisão.

Investigação

Os alvos foram identificados pela equipe do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Operações Integradas do Ministério, com base em informações coletadas na internet.

O conteúdo foi repassado às Polícias Civis, para apuração das Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e de Repressão a Crimes Informáticos. Após a apuração, as delegacias instauraram inquéritos e solicitaram as buscas à Justiça.

Para a operação, foram analisados 237 mil arquivos, um volume de 710 GB de dados.

Postar um comentário

0 Comentários