OPINIÃO: Governo Rocha equivocado, por Osmar Silva

O governo Rocha, papagaio do governo Bolsonaro, poderia imitar as melhores práticas do seu ídolo. Terá melhores resultados que imitando as piores. E nesta aprendizagem, buscar exemplos em Jorge Teixeira que, coronel como ele, governou para fora dos muros do quartel. Aberto, acessível e democrático, em tempos da ditadura.

O governador vem exercendo o poder de forma inacessível, fechado, intramuros, gerando reclamação de todos os lados, em tempo de plena vigência do estado de direitos, onde a imprensa, assim como a advocacia, são pilares da democracia.

Bolsonaro reconheceu, recentemente, a importância da imprensa profissional e buscou se redimir de atitude equivocadas. Bom exemplo a ser copiado.

Aqui, a imprensa está vivendo tratamento excludente, pautado por quem não é do ramo ou pouca ou nada sabe. E que, equivocadamente, procura eliminar a capilaridade de difusão da informação ao invés de expandi-la, levando os atos de governo a todos os cidadãos em todos os recantos do estado.

Talvez os ‘foquinhas’ achem que agindo assim estarão ‘poupando’ o chefe do senso crítico dos eleitores aos seus atos equivocados e ás suas omissões. Quantos menos souberem, melhor.

Ou será do interesse do governo que todos saibam que, ao contrário de reduzir os custos do estado como prometeu, está é aumentando com quase 5 mil nomeações de comissionados, sem nenhum critério técnico ou meritocrático?

Terá interesse de dizer ao povo que invés de economizar para fazer alguma coisa útil ao cidadão, está é pedindo US$ 30 milhões de dólares emprestado e aumentando a dívida do estado para nós pagarmos?

Querem mesmo que o eleitor saiba que o governo está usurpando dever de outro Poder e editando norma ditatorial, possivelmente inconstitucional, reduzindo direitos dos cidadãos?

Ao privilegiar meia dúzia de veículos de comunicação, como se fossem a voz do trovão chegando em todas as tocas, excluiu centenas de meios pequenos e médios, verdadeiros arautos, postos em todas as localidades.

Estes sim, chegam em todas as tocas. E são a voz do trovão, porque a multiplicam. O resto é só pretensão e interesse nada republicano. Nem a Globo, com todo o seu poderio, conseguiu.


Osmar Silva – Jornalista – Presidente da Associação da Imprensa de Rondônia – AIRON 
WhatsApp 99265.0362 – sr.osmarsilva@gmail.com


É uma atitude burra transformar em adversário quem, sem abrir mão da verdade dos fatos, pode ajudar esclarecer aos da sua aldeia ou do seu quintal, quando correta e benéfica for a ação do governo.

Recentes ataques do Coronel Rocha à Imprensa e o fato de não a usar para se comunicar com o povo, só demonstra o quanto está mal assessorado além de revelar sua inabilidade com o exercício da democracia.
* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Site ro1news.com Po não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Postar um comentário

0 Comentários