MONSTRO DA AMAZÔNIA: Confundido com um monstro jacaré-açú de seis metro é abatido por pescadores, vídeo


Viralizou nas redes sociais na última semana um vídeo, inicialmente compartilhado por uma página dedicada a Amazônia, onde uma pessoa narra enquanto outros moradores arrastam um animal que, segundo eles, aterrorizava o local.
Pescadores da região rural de Apiaú, em Roraima, abateram um animal nada menos que surpreendente. Considerado um monstro do rio, o jacaré-açu capturado tinha próximo de incríveis seis metros de comprimento.
Segundo relatado pelos pescadores e moradores da comunidade ribeirinha, o jacaré-açu estava se alimentando dos animais domésticos que se aproximavam da margem do rio, além de colocar em risco a vida das crianças, moradores e pescadores. Assista o vídeo.
Depois que a gravação viralizou, a Companhia Independente de Polícia Ambiental (CIPA), da Policia Militar, deu início a uma operação para localizar o jacaré, que de acordo com os agentes, foi morto ainda na região.
Segundo testemunhas, o local onde encontraram o animal fica às margens do rio Apiaú e é utilizado pelos ribeirinhos da região como porto. O crime ambiental teria sido concretizado entre os dias 5 e 7 de fevereiro.
Conforme a polícia militar, o homem responsável pela morte do animal é conhecido na região como “cowboy”. Os policiais fizeram buscas para localizá-lo, mas o homem não foi encontrado.
Vale ressaltar o artigo da constituição brasileira que tornou crime o ato dos pescadores: “Art. 29. Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida: pena – detenção de seis meses a um ano, e multa.”
Fonte: 015 - 1News

Postar um comentário

0 Comentários