FAMÍLIA QUE GASTA UNIDA: Prefeito, sobrinho e motorista gastam juntos mais de R$ 100 mil em diárias

Parecis, RO  - De acordo com o Portal da Transparência, o prefeito Luiz Amaral de Brito (MDB), seu sobrinho Alesson Souza Brito que ocupa o cargo de Secretário Municipal de Planejamento e o motorista Marcelo Vidoto, “abocanharam” juntos R$ 103.125,00 em diárias.
Não é ilegal, mas pode ser imoral o que está acontecendo num pequeno município da zona da mata no Estado de Rondônia.
A reportagem do Extra de Rondônia, em continuação a uma série de matérias sobre os gastos com diárias de prefeitos e vereadores, no qual os representantes do povo foram eleitos para gerir e zelar pelo bem público estão deitando e rolando e não dão a mínima para o cidadão que passa por dificuldades.
Enquanto prefeitos e vereadores fazem “farra” viajando com dinheiro do contribuinte, as cidades agonizam esperando um pouco de dignidade dos governantes.
Com isso, a reportagem pesquisou no Portal da Transferência da prefeitura do município de Parecis, quanto embolsou em diárias no ano de 2018 o prefeito Luiz Amaral de Brito (MDB) e seu sobrinho Alesson Souza Brito que ocupa o cargo de Secretário Municipal de Planejamento.
Prefeito e sobrinho/secretário receberam em diárias no ano de 2018 – R$ 103.125,00 – sendo que Luiz Amaral recebeu R$ 54,090,00 – o secretário de planejamento R$ 30.375,00 e o motorista Marcelo Vidoto R$ 18.660,00.
De acordo com moradores da região que enviaram vídeo a redação, o município está vivendo caos em diversas áreas, mas principalmente na saúde, não há médicos no pronto-socorro do hospital e enfermeiros e técnicos estão cuidando dos pacientes, inclusive fazendo procedimentos de complexidade segundo a denúncia.
Além disso, as estradas vicinais estão intransitáveis, e até mesmo no centro da cidade há uma ponte que está caindo e colocando em perigo a população que por ali trafega, como mostra o vídeo enviado por um morador.
A reportagem tentou contato com o prefeito, mas nossas ligações não foram atendidas. Com isso, o site deixa espaço caso o gestor ou sua assessoria queira se pronunciar sobre o assunto.
oobservador

Postar um comentário

0 Comentários