VOANDO PARA SALVAR VIDAS: No governo Bolsonaro aviões da FAB transportam órgãos para transplante e não ministros

Brasília, DF  - “Viralizou” a foto de jatinhos do Grupo de Transporte Especial (GTE) da Força Aérea, estacionados no aeroporto de Brasília em pleno sábado. Em governos passados aeronaves serviam de “táxi” para autoridades e até seus familiares voltarem aos estados, e a cena de aviões parados era inédita para pilotos e profissionais da aviação. Mas os jatinhos não ficaram parados no chão: ao menos um deles foi utilizado no fim de semana para transportar um órgão vital para Londrina, no Paraná. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Transporte de Órgãos Vitais (TROV) é realizado por aeronaves-ambulâncias. Dessa vez, chegou num LearJet reservado a autoridades.

O voo do sábado causou estranheza entre funcionários do aeroporto, desacostumados com esse tipo de uso para aeronaves do GTE/FAB.

Decreto assinado por Temer, em junho de 2016, fez a FAB multiplicar o número de TROV realizados. Pulou de 28 em 2015 para 199 em 2017.

Postar um comentário

0 Comentários