URGENTE: Amarre os cadarços que o chofer vazou


Logo após assinar o termo de posse e jurar cumprir o que determina a Constituição Estadual e sem empossar os membros do primeiro escalão (secretários), o governador Marcos Rocha pegou a trouxa e caiu no trecho rumo a Brasília para participar da posse do capitão da reserva Jair Messias Bolsonaro na Presidência da República.

Enquanto o novo inquilino do palácio Rio Madeira estiver ausente o estado está à deriva. Sem governador e sem secretários. A casa da mãe Joana é mais organizada.

Postar um comentário

0 Comentários