PAREDES TEM OUVIDOS: Grampolãndia na eleição da ALE-RO segundos deputados de oposição

Porto Velho, RO  - Deputados da oposição que articulam uma chapa para disputar o comando da Assembleia Legislativa estariam sendo vítimas de gravações clandestinas, segundo bastidores na Casa de Leis.

O grupo de deputados da oposição já conta com a adesão de pelo menos 17 parlamentares e terá como oponente o deputado Eyder Brasil (PSL), com apoio do governador Marcos Rocha.

Sob o compromisso do anonimato, dois deputados disseram ao Jornal Tudorondonia terem informações que seus telefones celulares estariam grampeados porque aderiram ao grupo oposicionista ao Governo.

Escutas telefônicas só podem ser feitos mediante autorização judicial, para fins investigativos.

Outra denúncia é que Heyder estaria cooptando os colegas prometendo futuras vantagens no Executivo, o que é negado fortemente pelo governador, que prometeu inclusive criar uma Superintendência de Combate à Corrupção.

Grupo defende independência


Eyder diz ter o apoio incondicional do governador, mas o chefe do Executivo não se manifestou publicamente e nem chamou parlamentares para tratar do assunto. Prefere ficar a distância, pois entende que o Poder Legislativo é soberano, mas, óbvio, por se tratar de um aliado do PSL, nutre a torcida pelo sargento-deputado.

Por sua vez, o deputado Maurão, ao tomar conhecimento da possível desistência do colega Eurípedes Lebrão (PMDB) em favor do parlamentar governista, chamou quatro aliados e desfez o acordo. Lebrão continua candidato, assim como também o grupo que defende a independência da Assembleia Legislativa. Por 4 anos, a Casa foi uma extensão do Poder Executivo quando Neodir Carlos (PSDC) assumiu a presidência e aprovava toda e qualquer mensagem do Governo Cassol, mesmo ferindo interesses de categorias, como os servidores públicos.

Para não voltar a sombria era Cassol, os parlamentares querem eleger um presidente soberano e livre para defender os interesses da sociedade com apoio dos deputados.

rondoniagora.com

Postar um comentário

0 Comentários