GALOPEIRA CALOU: Morreu Pedro Bento parceiro de Zé da Estrada

O cantor sertanejo Pedro Bento, da dupla com Zé da Estrada, morreu aos 84 anos nesta quinta-feira (3). O artista nasceu em Porto Feliz (SP) e, conforme apurado pela TV TEM, estava internado há 50 dias e morreu por complicações de uma pneumonia em São Caetano do Sul.

O comunidado da morte do sertanejo foi publicado no Facebook oficial da dupla, nesta sexta-feira (4). "É com profundo pesar que comunicamos a triste notícia da morte do nosso grande artista Pedro Bento. Nossos sentimentos a todos os familiares, amigos e a todos os fãs."

O corpo do cantor, batizado como Joel Antunes Leme, foi cremado às 13h desta sexta-feira (4).

Pedro Bento foi um dos compositores da canção Galopeira, junto de Mauricio Cardoso Ocampo, que ficou conhecida na voz da dupla Chitãozinho & Xororó, que fez prestou homenagem ao artista no Instagram.

Sucesso sertanejo


Joel nasceu em 1934 e desde jovem participava de rodas de viola em quermesses na região de Porto Feliz. Ele conheceu Waldomiro de Oliveira, o Zé da Estrada, em 1954, quando participava de um programa de rádio.

O nome da dupla foi criado pela dona da rádio pouco antes da apresentação dos dois. Pedro Bento & Zé da Estrada permaneceram juntos por 63 anos. Zé da Estrada morreu no dia 5 de junho de 2017, aos 88 anos, em São José do Rio Preto (SP).

O disco de estreia da dupla foi lançado em 1958. A música "O seresteiro e a lua", primeiro grande sucesso dos artistas, foi composto por Pedro Bento, em parceria com Cafezinho e José Arraia. Mais tarde, a canção foi regravada por Milionário e José Rico e as Irm

Em mais de 60 anos de carreira, Pedro Bento & Zé da Estrada gravaram cerca de 2 mil músicas, lançaram 16 álbuns, 104 em vinis e 25 CDs. O álbum "Sete palavras" vendeu mais de 70 mil cópias e a entrega do disco de Ouro foi feita em 2007 por Inezita Barroso no programa "Viola, minha viola", da TV Cultura.

Postar um comentário

0 Comentários