TERRORISMO NO CAMPO:Fiscais ficam isolados e temem pela vida depois que ponte foi destruída

A destruição de uma ponte na localidade do rio Miriti, próximo a linha C45, na Floresta Nacional do Jacundá, assustou as equipes de fiscalização que temiam confronto com madeireiros clandestinos envolvidos em vários crimes ambientais

Equipes de apoio do ICM-BIO e do Ibama chegaram hoje a tarde a uma base do Instituto Chico Mendes onde um grupo de servidores dos dois órgãos se encontrava isolado e sem comunicação. A destruição de uma ponte na localidade do rio Miriti, próximo a linha C45, na Floresta Nacional do Jacundá, assustou as equipes de fiscalização que temiam confronto com madeireiros clandestinos envolvidos em vários crimes ambientais.

TERRORISMO: Fiscais estão apavorados e aguardam chegada da polícia

Os fiscais foram encontrados bastante assustados e temerosos de que possam ser atacados por pistoleiros que atuam na região. A destruição da ponte seria em protesto pelas fiscalizações que vem ocorrendo na área. Equipes das policias civil, militar e federal já foram alertadas sobre a situação . O exército também foi comunicado dos conflitos que vem ocorrendo nas disputas por terras em áreas federais no estado de Rondônia.

Rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários