BATEU ASA E VOOU: Vereador de Vale do Paraíso foi curtir a terra do Tio Sam e pode se complicar

Vale do Paraíso, RO  - O vereador do município de Vale do Paraíso, distante 370 da capital Porto Velho, Silas Xavier (MDB), viajou para os EUA a princípio de férias até ai tudo bem. O fato que chama atenção é que o vereador solicitou 4 diárias para Brasília – DF no período de 03 à 06 do mês em curso como justificativa alegou que iria participar do 11º Congresso Brasileiro de Câmaras Municipais, cada diária custa ao cofres públicos R$ 574 no total de 2.295,00 fora as passagens aéreas no trecho PVH/Brasília/PVH, outro fato é que o vereador Silas Xavier registrou com fotos nas redes sociais o seu desembarque nos EUA no dia 11/12 e o que é mais grave em período legislativo e segundo ficou apurado a priori o nobre edil não comunicou a mesa diretora a sua viagem ao exterior e caso seja confirmado tal informação o caso é passível de cassação por parte da Casa de Leis.

O que chama atenção é que o vereador Silas Xavier desembarcou nos EUA no dia 11 e provavelmente embarcou no dia 10/12 e neste período que estava de diária 03 à 06 retornou a Rondônia e em seguida retornou a Brasília – DF para embarcar para os EUA, e caso tenha adquirido passagem aérea apenas de ida fez de forma premeditada e se comprou ida e volta se utilizou do erário em benefício próprio estes pontos precisam ser explicado pelo nobre vereador que é funcionário público municipal na função de agente de portaria no Hospital municipal.

Segundo preconiza a legislação vigente no país matéria inclusive que já foi apreciada no Supremo Tribunal Federal – STF e foi relatada pelo então ministro César Peluso (aposentado), que aplicou ao caso, por analogia, a limitação prevista no artigo 83 da Constituição Federal, segundo o qual presidente e vice-presidente da República não podem, sem licença do Congresso Nacional, se ausentar do país por período superior a 15 dias, sob pena de perda do cargo e que pode ser aplicado no caso de prefeito e vereador. A reportagem procurou o presidente da Câmara municipal de Vale do Paraíso vereador Wellington Gusmão para o mesmo falar sobre o fato, mas até o fechamento da matéria em tela não houve retorno por parte do nobre representante do povo. Um fato que chama atenção no portal transparência da Câmara municipal de Vale do Paraíso é que até a data de hoje 28/12 não estava lançado os valores pagos dos salários do mês de dezembro e caso o vereador Silas Xavier venha receber o salário integral é um ato ilícito o que pode ensejar uma ação por parte do MP que vem sendo bastante rigoroso nestes casos e outros que visam se locupletar do erário e os promotores de Justiça da Comarca de Ouro Preto do Oeste Doutores Evandro Araújo de Oliveira, Tiago Cadore e Felipe Luiz, estão atentos as manobras arquitetadas para delapidar a coisa pública.

ouropretonline.com

Postar um comentário

0 Comentários