Volume de depósitos de bolsonaristas surpreende Santa Casa de Juiz de Fora

Juiz de Fora, MG  - Foram tantas as ligações, tantos os recados na redes sociais e nos espaços virtuais que a Santa casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) se viu “obrigada” a emitir uma nota oficial dizendo que a iniciativa das doações não partiu da entidade – ainda que o gesto é tido como altamente cívico por pessoas da instituição.

Relembrando: o presidente eleito costuma dizer, sempre, que a Santa Casa lhe deu uma nova certidão de nascimento e que, por gratidão, pretende doar as sobras de campanha, algo como R$ 2 milhões, para a instituição de saúde. Por questões legais, há todo um trâmite a ser seguido.

Diante desse quadro, os seguidores de Bolsonaro começaram uma movimentação espontânea nas redes sociais, convocando que todos que tenham condições façam doações para uma determinada conta corrente.

Mesmos em um levantamento pormenorizado por parte da diretoria financeira, o impacto financeiro foi detectado e agora o que a entidade está buscando é uma forma de fazer o levantamento para saber o quanto foi doado. Uma forma que poderia ajudar seria cada doador adicionar 17 centavos ao valor da doação: R$ 2,17 – R$ 5,17 – R$ 10,17 e assim por diante.

Nos próximos dias a Santa Casa pretende informar qual o valor arrecadado em doações espontâneas e sem vinculação com alguma iniciativa da entidade ou do PSL.

Os dados, checados e confirmados, são os seguintes:

Nome: Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora
CNPJ: 21.575.709/0001-95
Banco – 001 BB
Agência: 4478-4
C/C: 6367-3

Não é indicado um valor específico, mas as transferências do BB não estipulam um valor mínimo, sendo recomendado que cada pessoa faça de R$ 10,17

Leitura de Bordo

Postar um comentário

0 Comentários