PÁTRIA EDUCADORA: Escola interditada por falta de equipamentos contra pânico e incêndio

Guajará-Mirim, RO  - A Escola Municipal José Carlos Neri foi interditada na manhã desta quarta-feira (7), no bairro Próspero em Guajará-Mirim (RO), município distante a cerca de 330 quilômetros da capital. A escola não possui equipamentos de proteção contra pânico e incêndio.

Segundo o atual comandante do Corpo de Bombeiros, Josimar Bragado, a primeira notificação da escola foi em 2014, pois faltavam extintores e sinalização de emergência.

No mês passado, uma vistoria foi realizada pelos bombeiros na escola e como não havia extintores de incêndio, hidrantes, sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA), lâmpadas e sinalização de emergência, a escola foi notificada. Um novo prazo de 15 dias foi dado para fazer as adequações necessárias.

Nesta quarta-feira (7), as adequações não foram cumpridas e a escola foi interditada. Segundo o chefe de gabinete da Prefeitura Municipal, Sharleston Oliveira, o município possui recursos, mas o processo burocrático de licitação atrasou a compra dos equipamentos.

“Nós já estamos adquirindo os materiais solicitados, o que atrasou foi o processo burocrático mesmo, o processo de licitação. Mas, no máximo até a sexta-feira tudo estará resolvido”, destacou.

A unidade escolar atende cerca de 480 crianças. Na próxima segunda-feira (12), o Corpo de Bombeiros fará uma nova vistoria técnica e se as adequações não forem cumpridas, a escola permanecerá fechada.

G1

Postar um comentário

0 Comentários